domingo, 9 de agosto de 2015

Doente, Gordo e Quase Morto

Bom dia pessoal.


Essa semana eu descobri um filme bem interessante que pode ajudar e muito, nós, amantes da cozinha que nem sempre é saudável e light. Assim como todo bom amante da gastronomia e cozinheiro eu tenho os meus quilos a mais, bem a mais, e isso me incomoda desde sempre, mas a falta de vergonha na cara não deixa eu tomar um rumo nisso tudo e mudar. Mas agora eu acho que vai....

Um homem chamado Joe Cross, era "Gordo, Doente e Quase Morto" por conta da sua obesidade, sedentarismo e uma doença cronica de pele. No momento que ele decidiu mudar radicalmente de vida ele fez um filme documentário chamado "Fat, Sick and Nearly Dead" mostrando a importância de absorver mais micro nutrientes e deixar de lado os macro nutrientes, e como ele fez isso? Fazendo um dieta restrita de líquidos que incluem sucos verdes, alguns detox e água por 60 dias. Ele perdeu incríveis 55 quilos em 2 meses, tudo isso com acompanhamento medico e nutricional, mudou a rotina de vida e seu jeito de ser.

Estou fazendo umas pesquisas e juntando receitas e maneiras mais adequadas para fazer essa dieta, até porquê, precisa de uma centrifuga para extrair completamente os sucos das frutas e vegetais e nós brasileiros sabemos o quanto é cara uma besteira dessa aqui no Brasil.

Fica aqui a minha dica para vocês, vejam o filme e se inspirem, vale a pena.

PS: Já foi lançado o segundo filme, mas ainda não tem a legenda em português.


sexta-feira, 29 de maio de 2015

Lasanha de Abobrinha ou Berinjela com Molho à Bolonhesa de Carne ou Soja.

Olá pessoas, hoje vou lhes passar uma receita muito boa para fazer em família e para a família, principalmente para crianças que as vezes não gostam de comer verduras por acharem que é ruim, uma receita simples, mas que precisa de um pouco de atenção na parte do molho, mas que o final irá, COM CERTEZA, justificar o meio, espero que gostem.



Lasanha de Abobrinha ou Berinjela com Molho à Bolonhesa de Carne ou Soja.

Para a lasanha:

2 ou 4 Abobrinhas médias ou Berinjelas, depende de quantas pessoas irão comer.
300 Gr. de Queijo mussarela ou búfala fatiados, se quiser pode usar mais, queijo nunca é demais. =]

Para o molho:

Carne para o molho:
500 gr. de carne moída a sua escolha. OU FAÇA A SOJA A SEU GOSTO E USE NO LUGAR DA CARNE!!!
Sal marinho.
Pimenta preta moída.
2 Colheres de sopa de óleo.
1 Cálice de conhaque de boa qualidade.

Molho:
4 Tomates maduros, grandes e firmes.
1 Cebolas médias.
4 Dentes de alho.
1 Lata pequena de tomate pelado (pelati)
1 Xícara de molho pronto ou polpa de tomate.
1 Colher de chá cheia de açúcar mascavo.
1 Colher de chá de pimenta preta moída.
1 Cálice de vinho tinto seco.
1 Xícara de chá cheia de folhas de manjericão.
4 Colheres de sopa cheia de óleo.
1 Colher cheia de orégano.
Sal marinho ou grosso, moído na hora, a gosto.

Modo de preparo da carne:

1º - Pegue a carne já tratada e moída e tempere como desejar com o sal e a pimenta, lembre que no molho também irá pimenta e sal, então cuidado para não perder a mão na quantidade.
2º - Aqueça bem uma frigideira grande e jogue o óleo.
3º - Jogue a carne e refogue até a água secar completamente e ela começar a fritar.
4º - Quando a carne começar a secar ao ponto de parecer que irá queimar jogue o conhaque e ponha fogo, flambe. CUIDADO AO FAZER ISSO, SE NÃO SOUBER PROCURE ANTES UMA INSTRUÇÃO OU ALGUÉM QUE SAIBA!!!
5º - Após flambar e o fogo apagar do conhaque apagar, não deixe secar muito, desligue e reserve.

Modo de preparo do molho:

1º - Pegue os tomates lave-os bem, faça cortes superficiais e leve para ferver até a pele começar a soltar, depois disso, retire da água quente, retire a pele, abra e retire a semente, pique em pedaço grossos, corte também o tomate pelado direto da lata, NÃO JOGUE O CALDO DA LATA FORA!!!
2º - As cebolas, corte em cubinhos pequenos, reserve.
3º - Pegue o alho, amasse grosseiramente com as costas da faca.
4º - Pegue uma panela relativamente grande e coloque o óleo, jogue o alho dentro com casca e tudo.
5º - Quando o alho começar a dourar retire todos de dentro do óleo, assim como pedaços pequenos e as cascas, pois, só queremos o sabor do alho no óleo.
6º - Jogue os tomates, o pelado e o que você fez, a cebola e refogue até os tomates sumirem e a cebola ficar transparente. CUIDADO QUE O ÓLEO POR ESTAR QUENTE IRÁ ESPIRRAR E PODE MACHUCAR!!!
7º - Jogue o molho pronto ou a polpa junto com o caldo da lata do tomate pelado.
8º - Feito isso deixe ferver um pouco e jogue o restante dos ingredientes, o açúcar, a pimenta preta moída, o cálice de vinho, as folhas de manjericão e o orégano. Deixe ferver até reduzir um pouco.
9º - Depois de uns 30 minutos fervendo em fogo baixo e sempre mexendo, jogue a carne moída e deixe ferver para os sabores se misturarem, prove e tempere com o sal a gosto se preciso for. Se já estiver ao seu modo desligue e reserve.

Modo de preparo da lasanha:

1º - Corte a abobrinha ou berinjela em fatias finas na horizontal e vá colocando dentro de uma vasilha com água gelada para ela não escurecer.
2º - Comece montando a lasanha, faça uma camada de molho, outra de abobrinha ou berinjela e de queijo, faça isso nessa ordem até encher o refratário.
3º - Cubra com papel alumínio e leve ao forno médio pré aquecido por 20 a 25 minutos, somente para cozinhar a abobrinha ou berinjela e derreter o queijo, tire e sirva imediatamente.

Acompanhamento:

Gosto de servi com uma salada com mix de folhas, alface americano, rúcula, couve, agrião e espinafre, todos frescos, naturais e cortados grosseiramente a mão, temperados somente com bastante azeite e uma banda de limão siciliano, tomates frescos cortados em tiras e folhas de manjericão.

domingo, 29 de março de 2015

E o grande retorno, é um retorno fitness.

Pois bem galera do mal, o que houve foi que eu trabalhei, fiz faculdade, tranquei, trabalhei mais um pouco, tentei voltar pra faculdade, não voltei, continuei trabalhando, a faculdade lá e eu aqui, e no trabalho trabalhando, e aqui está o resumo do meu último ano e meio de vida. A poucos meses comecei a malhar e fazer deita com acompanhamento de um nutricionista e um fisiologista. Nisso começou a me surgir uma nova ideia para seguir, a Gastronomia Fitness, procurei muito e vi que quase não existe material sobre isso, não sou nenhum gastrólogo formado, pois não me formei, e só sou chef de cozinha por alguns poucos cursos que eu fiz, muito mais por autodidata do que ensino formal. Na academia meu professor ficou me dando ideias e dicas de como fazer receitas melhores e mais interessantes do que o eterno frango com batata doce, quem malha e faz dieta sabe do que eu estou falando, e com isso comecei a bola receitas com baixo nível de carboidratos e ricos em proteína. Minha primeira receita desse nível saiu como um hambúrguer de frango caseiro. Receita hipocalórica e altamente proteica para os marombas de plantão, não recomendo a quem estiver perdendo peso, aí é mais para quem estiver em off, ou em crescimento. Segue receita abaixo, abraços.


Hambúrguer de Frango

Ingredientes:
250 gr. de peito de frango sem gordura, moído ou bem picado
2 ovos
1 pão integral tipo francês torrado e processado, poder ser de batata, cenoura ou a sua escolha, ou três fatias de forma
No lugar do pão pode usar também farelo de aveia, deixa o hambúrguer com menos carboidratos, colocar até dar a liga, ir colocando aos poucos.
Sal marinho ou flor de sal, a gosto
Pimenta branca moída, a gosto
Orégano, a gosto
Noz moscada ralada, a gosto
Cúrcuma (açafrão da terra), a gosto

Modo de preparo:
1 - Pegue o pão da sua escolha, cortado em pedaços, e leve ao forno alto e pré aquecido por uns 10 minutos ou até ele virar torrada, não deixe queimar, deixar ficar seco e torrado, após isso, jogue no liquidificador ou processador e bata até virar uma farinha. 
2 - Pegue o frango moído ou picado e coloque dentro de uma vasilha que tenha espaço para mexer com a mão. Adicione os ovos, a farinha de pão, o sal e a pimenta. Ou use o farelo de trigo como falei acima.
3 - O restante dos temperos colocasse a vontade, se quiser somente com os ingredientes básicos não tem problema. Mas eu aconselho a temperar um pouco.
4 - Mexer bem com as mãos, pode usar luvas, até obter uma massa homogenia e com liga, que de para modelar.
5 - Quem tiver aquela forma de hambúrguer pode usar para deixar mais bonito e uniforme, se não, modele na mão mesmo.
6 - Após o hambúrguer pronto e devidamente modelado, você tem duas opções, pode assar na churrasqueira de pão ou assar ao forno no papel manteiga ou em uma forma anti aderente para que não grude.

OBS: Após isso, você pode fazer vários e congelar enrolados em papel filme, sempre que quiser é só retirar do congelador e por direto no forno, uma coisa boa também é bater um ovo com o garfo e empanar o hambúrguer no ovo e na farinha de pão integral que foi feita para a receita ou no farelo de aveia, e assar da mesma forma, somente pra criar uma casquinha crocante.