quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Peixe a Molho Rosé (Era meio lógico, não!?)

Bom caros amigos, acho que era meio na cara começar por essa receita que tanto me marcou, espero que gostem, ela é bem simples mas dá para qualquer um fazer, sou adepto de um lema que vi uma vez num filme de animação, dito pelo Chef Auguste Gusteau, "Qualquer um pode cozinhar!!!"



Peixe ao Molho Rosé
(Serve 4 pessoas)

Ingredientes:

500 Gr. de um filé de peixe a sua escolha.

3 Pimentões, um de cada cor, vermelho, amarelo e verde, grandes.
2 Cebolas médias.

3 Tomates médios.
2 Caixas de creme de leite.
1 Caixa de catchup.
Azeite de oliva a vontade.
Salsa ou coentro para decoração.
Ovos de codorna cozidos para decoração.
Papel laminado para o refratário

Modo de preparo:

1ª - Pegue os filés de peixe e tempere a sua maneira, (eu coloco um pouco de sal, pimenta branca e limão e deixo até a hora da preparação do prato).
2ª - Em um refratário retangular regue com bastante azeite de oliva.
3ª - Lave muito bem e corte os pimentões, as cebolas e os tomates em rodelas.
4ª - Coloque no refratário untado com o azeite uma camada dos pimentões, cebola e tomate, quardando metade para poder colocar por cima depois.
5ª - Feito isso, colocar em cima desses temperos o peixe, pode jogar aquele caldinho que forma quando ele esta temperando.
6ª - Por cima do peixe colocar o restante da cebola, dos pimentões e dos tomates e regar com mais um pouco de azeite de oliva.
7ª - Em uma vasilha misture o creme de leite aos poucos e o catchup e vá dando a seu gosto, tem quem prefira mais doce ou menos ai você que vai decidir.
8ª - Jogar por cima de tudo essa mistura do creme de leite.
9ª - Fechar com papel laminado e levar ao fornor de 180º, pré-aquecido, por mais ou menos uns 20 minutos, depois retirar o papel laminado e deixar só mais um pouco para gratinar.
10ª - Para finalizar decore com a salsa ou o coentro e os ovos de cordona antes de levar à mesa.

Acompanhamentos:

Ele vai muito bem com um arroz branco e uma batata palha, mas improvise e invente faça-a sua maneira.

Até a próxima receita amigos, abraços.

Sobre mim...

(Eu e o Chef Rafael Sessenta)

Bem, meu nome é Pedro Nascimento Dourado Filho, tenho 21 anos, e sou apaixonado por gastronomia. Comecei a minha trajetória gastronômica, ainda na infância, lá pelos meus 6 / 7 anos, não lembro muito bem. Sempre tive muita curiosidade por cozinha em geral e fui me interessando cada vez mais e mais ao passar dos anos; comecei com uma receita simples e singela que minha mãe me entregou para eu fazer — claro que já achei tudo pronto e só fiz montar o prato e isso tudo com a supervisão de minha mãe, que ficou o tempo todo ao meu lado. Era o ano de 1994 e uma parte da minha família, do lado materno, tinha vindo almoçar conosco em uma cidadezinha do interior da Bahia, onde morávamos, chamada Esplanada. Minha mãe me chamou e me deu uma receita de "Peixe ao Molho Rosé" para eu fazer; fiz e foi um sucesso. Daí em diante, comecei a me interessar, mais seriamente, pela culinária.

Por volta de 1997, viemos para Salvador, onde moro até hoje. Mais tarde meu pai resolveu fazer um curso no SENAC de Culinária Internacional, lembro como se fosse ontem — a cada receita nova era algo a mais que ele nos ensinava em casa; era pura diversão. Nas aulas de pães, era pão para duas semanas; nas de pizza então nem se fala; e assim eu fui aprendendo cada vez mais. Ao chegar o ano de 2008, quando estava no cursinho para decidir o que faria finalmente da minha vida profissional, resolvi mesmo que ia seguir o caminho das panelas, colheres, facas, garfos e dos temperos...

Mesmo assim, fiz o vestibular para a Universidade Federal da Bahia (UFBA), mas, Infelizmente, levei bomba :'(

Então resolvi procurar algo que me colocasse nesse mundo de comilanças, de maneira mais fácil. Um dia ao ver um canal de TV local, a TV Salvador, liguei na hora de um programa chamado "Lugar de Homem é na Cozinha", apresentado por um Chef chamado Rafael Sessenta; já o tinha visto algumas vezes, só que nunca parei para prestar muita atenção. Daí passei a prestar mais atenção e um dia eu o vi fazendo propaganda de sua escola de gastronomia, onde cada aluno tinha sua bancada, seus acessórios e tudo o que fosse necessário; achei fantástico e no mesmo dia liguei para lá para ter informações e, quem diria, para minha surpresa falei com o próprio Chef, sem saber que era ele; marquei um dia, fui lá e fiz minha inscrição, quando a partir daí começaria minha futura vida nesse mundo surpreendente e fantástico que é a Gastronomia! Só para encurtar um pouco a história, acabei trabalhando para o meu professor e Chef Rafael Sessenta, e com isso vieram muitas surpresas: pessoas do ramo que conheci; lugares onde comi e as amizades, o mais importante nisso tudo.

Pois bem, para finalizar, completei minhas aulas de Iniciante a Chef lá do curso e, agora, retornarei para finalizar o curso todo nas aulas de Intermediário e Profissional, recebendo assim meu diploma de Tecnólogo em Gastronomia.

Bem, caros amigos, meu objetivo com esse blog é escrever aqui tanto receitas aprendidas com meu Chef e Professor como também algumas criadas por mim. Espero que curtam e consigam fazê-las! Qualquer dúvida, ou mais informações, é só entrar em contato.

Divirtam-se. E bom apetite para todos nós!